Assimagra

Recursos Minerais de Portugal

PARTICIPAÇÃO PORTUGUESA NA XIAMEN STONE FAIR - CHINA

Decorreu entre os dias 18 a 21 de maio, na China, a 21.ª edição da feira XIAMEN STONE FAIR, a primeira feira de pedra natural de referência mundial que decorreu em formato presencial com a participação de empresas portuguesas, após a pausa motivada pela pandemia do COVID-19.

A edição de 2020 desta feira, tal como todas as restantes iniciativas mundiais presenciais, foram paralisadas, pelo que a opção de realização do evento passou pela feira rapidamente se tentar adaptar e criar um espaço online, na tentativa de apresentar uma solução digital alternativa às empresas. Curiosamente, e contrariamente aquilo que se veio a revelar a prática das outras feiras mundiais, a organização da Xiamen Stone Fair, apresentou uma solução digital gratuita a todos os expositores que se encontravam inscritos para a edição presencial de 2020. Contudo, genericamente, a adesão de expositores a esta solução foi substancialmente reduzida e os resultados práticos desta participação digital foram, também eles, bastante parcos.

Esta edição de 2021 fica marcada pelo facto desta ter sido a primeira feira com expressão mundial a retomar a sua versão presencial. A Xiamen Stone Fair 2021, fica ainda marcada por ter sido a feira a apontar aquilo que, pelo menos a médio prazo, será um modelo a seguir pelas organizações destes certames, apresentando, paralelamente também uma componente digital. Foi, portanto, a primeira feira em formato híbrido a ser realizada nesta fase de quase pós-pandemia. Contudo, apesar da organização da feira ter sido a primeira a dar o passo no sentido da retoma, os constrangimentos ainda foram muitos, nomeadamente aqueles que se relacionaram com a mobilidade das pessoas entre países, o que fez com que, apesar de contar com algumas presenças internacionais, a feira acabasse por apresentar um foco bastante regional e como resultado disso, o número de expositores internacionais ter ficado muito aquém do habitual.

Pelas condicionantes, este ano, a versão presencial, foi "rearranjada" e contou com uma área de exposição no total de 162.000 m2 (face aos habituais mais de 180.000 m2). Foi planeada com 8 grandes áreas de exposição: uma área para expositores de pedra natural, orientada para o mercado interno, uma área para equipamentos e ferramentas, uma área internacional de exposição de pedra natural, uma área dedicada à de pedra artificial e compósitos e uma área nova, dedicada ao design. Estas grandes áreas de exposição contaram 20 diferentes halls e, de acordo com os dados disponibilizados pela organização da feira, este ano a feira contou com cerca de 1.100 expositores contrastando com os habituais mais de 2.000.

A presença portuguesa contou com uma comitiva, também ela mais reduzida que o habitual, no entanto Portugal, com esta participação, deixou bem claro que está na "linha da frente" da retoma das atividades presenciais de promoção internacional. A participação portuguesa foi feita através do projeto conjunto de internacionalização setorial, da ASSIMAGRA, e contou com as empresas FILSTONE, S.A, VIRABLOCO, Lda e a empresa ROCHIPEDRA, Lda, que ocuparam, de forma coletiva e diferenciadora, não só pela forma de organização do espaço, mas também pela forma de organização da presença e decoração, numa arrojada área de 180 m2.

Esta participação contou com o apoio do Portugal2020/Compete2020 e foi realizada em parceria com a AICEP.

A edição do próximo ano, está já programada para se realizar entre 16 a 19 de Março de 2022.