S.TONE

GRANTING QUALITY. TOGETHER
Projeto que vem colmatar uma falha de mercado criada com o encerramento do Centro Tecnológico (CEVALOR), em Dezembro de 2016. Este era o único laboratório acreditado que dava resposta integral aos ensaios físico-mecânicos de obrigação à Marcação CE.
Embora existam várias outras entidades a nível nacional que estão a dar resposta a estes ensaios, nenhuma delas tem a capacidade de dar uma resposta integral. Isto para além do facto de não serem entidades setoriais e sem esse mesmo reconhecimento quer nacional ou internacional. Para além disso, em alguns dos mercados destino da Pedra Natural Portuguesa, as empresas enfrentam dificuldades no reconhecimento da própria Marcação CE como garante suficiente para atestar a qualidade dos produtos, colocando inclusive em causa a credibilidade dos ensaios e laboratórios Portugueses. A criação da Marca S.TONE alicerçada numa plataforma/rede de laboratórios regionais e internacionais pretende dar resposta a este desafio.
Região de intervenção | NUTS III da Região Alentejo

Entidade beneficiáriaASSIMAGRA

Data da aprovação2018-10-03

Data de início2018-08-01

 

Data de conclusão | 2018-07-31

Custo total elegível274 000

Apoio financeiro da União Europeia232 900

OBJETIVOS
O projeto pretende criar condições de conjunto, indiscriminadas e qualificantes para as empresas de Pedra Natural do Alentejo, desenvolvendo todas as ações necessárias que sustentem a criação de uma rede de laboratórios regionais e internacionais assente numa Marca e que potenciem a criação de condições mais favoráveis e à exportação dos produtos de Pedra Natural, à incorporação de inovação e a atividades de I&DT Empresarial.
Atividades e Resultados esperados
A estratégia a seguir assenta na criação da Marca “S.TONE – Granting Quality. Together”, de forma a responder operacionalmente ao seguinte:
=
Criação de uma rede de laboratórios regionais e internacionais, reconhecidos pela marca a criar, e que deem resposta aos constantes desafios das empresas da região, do mármore e da Pedra Natural Portuguesa em geral, dos seus produtos;
=
Criação de um modelo colaborativo que permita facilitar a atividade de caracterização e certificação de produtos às Empresas;
=
Criação de um modelo colaborativo que permita facilitar o acesso das empresas a outros serviços especializados para o sector e que melhor capacitem as empresas para a exportação dos seus produtos;
=
Criação de um modelo colaborativo que fomente e facilite o acesso a atividades de inovação e a I&DT das empresas;
=
Criação do modelo técnico de colaboração da rede de laboratórios e que potencie a capacidade de resposta às empresas, paralelamente aumentando, a capacidade de relacional das empresas com a rede e de forma indireta potenciar a capacidade de exportação das empresas;
=
Dotar os laboratórios de ferramentas colaborativas que potenciem o papel inclusivo desta rede, promovendo as transações e melhor relacionamento com clientes;
=
Criação do Portal da Internacionalização, ligado ao website da ASSIMAGRA, o qual sistematizará não só fichas técnicas de mercado, informação sobre exigências normativas dos diversos mercados, sobre serviços nacionais para o apoio à internacionalização, as quais são fundamentais para as empresas, atuando como fator pré-competitivo.
Para a realização do projeto foram definidas as seguintes atividades:
ATIVIDADE 1 – CRIAÇÃO DO BRANDING
Esta atividade terá um conjunto de tarefas que se destinam à criação da Marca, definindo a sua estratégia e os instrumentos para a sua gestão, de forma a que a Marca S.TONE possa tornar-se reconhecida no Mercado.

Esta tarefa irá ter como resultados, um documento estratégico sobre a Marca, o logótipo, as cores, a definição da sua missão, visão, valores, posicionamento, registo da marca e plano de comunicação.

As tarefas serão:

a) Definição da Estratégia da Marca (traçar caminho para tornar a marca imprescindível);

b) Definição da Identidade Corporativa (Criação da imagem da marca e os seus códigos identitários);

c) Definição dos Sistemas de Comunicação (Promoção dos Serviços para que sejam vistos e desejados);

d) Produção de Materiais de suporte à comunicação

ATIVIDADE 2 – MAPEAMENTO DAS INFRAESTRUTURAS E PARCERIAS EXISTENTES DE APOIO ÀS EMPRESAS DO ALENTEJO
Esta atividade é constituída por um conjunto de mapeamentos (nacionais e internacionais) para as empresas de pedra natural da região Alentejo, criando oportunidades para as empresas entrarem em novos mercados mais exigentes até aqui pouco explorados. Esta tarefa irá ter como resultados um documento com o mapeamento regional e internacional em termos de infraestruturas laboratoriais com capacidade instalada (recursos humanos, meios físicos, equipamentos, serviços disponíveis, entre outros) e as tarefas são:

a) Mapeamento das Infraestruturas Laboratoriais da região Alentejo;

b) Mapeamento das Infraestruturas laboratoriais Internacionais;

c) Mapeamento de parcerias e serviços disponíveis para as empresas de pedra natural da região Alentejo.

ATIVIDADE 3 – CRIAÇÃO DO MODELO TÉCNICO E MODELO DE ACORDOS
Esta atividade consiste na realização de um Estudo que permita definir o Modelo Técnico a adotar pela Marca do Laboratório, que apresenta os seguintes resultados:

a) Definição da Rede e do Modelo Técnico dos acordos com os Laboratórios Regionais;

b) Definição da Rede e do Modelo Técnico dos acordos com os Laboratórios Internacionais;

c) Definição e criação de Modelo de Governância da rede de laboratórios pertencentes à marca.

ATIVIDADE 4 – COMUNICAÇÃO E DISSEMINAÇÃO
Esta atividade é constituída pelas seguintes tarefas:

a) Desenvolvimento do Portal de Internacionalização;

b) Desenvolvimento de Fichas Técnicas sobre Mercados Internacionais de procura de mármore e granitos do Alentejo;

c) Sistematização de informação exigências normativas e outras similares;

d) Sistematização de informação sobre serviços regionais para apoio à internacionalização das empresas dos mármores e granitos do Alentejo;

e) Seminário de Divulgação de resultados de projeto.

 

O Portal da internacionalização (ligado ao website da ASSIMAGRA) que deverá conter uma série de módulos de trabalho com informação e resposta distinta a diversas dimensões e/ou níveis de necessidade por parte das Empresas que pretendam internacionalizar os seus produtos, nomeadamente:

  • Informação genérica sobre as iniciativas de internacionalização conjunta que a ASSIMAGRA desenvolve de forma a que as empresas possam fazer um planeamento estratégico atempado daquilo que é a sua participação em eventos internacionais, sejam eles feiras, missões ou outras atividades relacionadas com a internacionalização;
  • Um módulo com as fichas técnicas de mercados e de fácil consulta/descarga da informação por parte das empresas. Não se pretende que sejam fichas técnicas muito extensas, mas sim fichas técnicas concisas e pragmáticas sobre aspectos relacionados com o tipo de procura existente e condicionalismos relacionados com a colocação de produtos nesses mercados destino;
  • Um módulo com informações sobre os normativos e outros requisitos similares para os mercados destino da Pedra Natural Alentejana;
  • Um módulo em que esteja sistematizada a informação sobre os serviços regionais para apoio à internacionalização das empresas.

 

Na fase final do desenvolvimento do projeto está previsto a realização de um seminário de divulgação de resultados e disseminação.