Protocolo com vista à concretização do projecto, que envolverá várias entidades, foi assinado ontem, terça-feira.

Está dado o primeiro passo para a criação, em Porto de Mós, do Pólo Tecnológico em Recursos Minerais da Região Centro, que terá como missão apoiar este sector ao nível da investigação e do desenvolvimento, procurando soluções que garantam a sustentabilidade económica da actividade e, em simultâneo, princípios de preservação ambiental.

As várias entidades envolvidas assinaram, esta terça-feira, um protocolo, onde se comprometem a definir, até Junho, o modelo de funcionamento do pólo, e até ao final do ano, o seu plano de acção.

Jorge Vala, presidente da Câmara, garante que é um “compromisso para valer” e que o objectivo é que, ainda em 2021, o pólo comece a funcionar na incubadora de empresas que está a nascer na antiga escola EB1 da vila.

No médio prazo, a intenção é que seja transferido para o edifício da actual a EB 2,3 Manuel Oliveira Perpétua, onde o Município tenciona criar um centro de investigação e desenvolvimento.

Segundo Jorge Vala, o pólo irá “dar apoio às empresas em várias vertentes, da investigação à inovação e ao desenvolvimento tecnológico

Leia aqui a notícia na íntegra.

In: Jornal de Leiria