No âmbito das medidas que tem vindo a ser definidas para fazer face à pandemia do COVID-19, circula-se informação relativa à Resolução do Conselho de Ministros n.º 101/2020, na qual foram definidas iniciativas de lançamento de novos instrumentos de apoio à situação de tesouraria das empresas e que podem ser do interesse dos nossos associados.

Das medidas apresentadas, destacam-se as seguintes:

  1. Aprovar o lançamento, operacionalização e monitorização de um apoio de tesouraria, sob a forma de subsídio a fundo perdido para apoio imediato, dirigido a micro e pequenas empresas que atuem nos setores particularmente afetados pelas medidas excecionais aprovadas no contexto da pandemia da doença COVID-19, a determinar mediante despacho do membro do Governo da área da economia, no montante global de até (euro) 750 000 000, nos termos do Quadro Temporário dos Auxílios de Estado aprovado pela Comissão Europeia na Comunicação (C(2020) 1863) de 19 de março;
  2. Aprovar o lançamento, operacionalização e monitorização de linha de crédito dirigida a empresas do setor industrial, independentemente da respetiva dimensão, que tenham uma elevada percentagem do volume de negócios proveniente de exportações de bens, no montante global de (euro) 750 000 000,00, com a possibilidade de 20 % do crédito concedido ser convertido em crédito a fundo perdido, em caso de manutenção de postos de trabalho, a dinamizar pelo Banco Português de Fomento, S. A. (BPF).
  3. (…)

A leitura desta circular não dispensa a leitura do documento completo, o qual pode ser acedido clicando aqui.