Decorreram em novembro na Zona dos Mármores diversas reuniões das Comissões de Gestão dos Núcleos Extrativos de Borba, Estremoz e Vila Viçosa, envolvendo a ASSIMAGRA, os exploradores, proprietários dos terrenos e os presidentes dos municípios de Alandroal, Borba, Estremoz e Vila Viçosa.

O objetivo destas sessões passou pela articulação entre todos estes intervenientes de uma atuação concertada para a resolução dos constrangimentos resultantes da atual organização do território, repensar na projeção futura da exploração dos mármores, bem como em soluções de reabilitação dos espaços, tendo sempre em consideração fatores relacionados com a exploração racional do recurso com enfoque na segurança, recuperação paisagística e gestão de resíduos. Para tal, está em cima da mesa a relação das pedreiras com a rede viária, acessos ou estruturas associadas, a relação com prédios vizinhos, com o meio hídrico, os riscos geotécnicos e ao mesmo tempo a necessária potenciação de medidas de segurança integradas.

O resultado deste trabalho será apresentado às entidades de tutela da indústria e do território em questão.

Para além dos compromissos assumidos entre a indústria, a ASSIMAGRA está ainda comprometida a atuar nos processos de revisão dos respetivos Plano Diretor Municipal (PDM) e Plano de Intervenção em Espaço Rural (PIER), sempre que aplicável, nos pontos relacionados com o diagnóstico e planeamento da atividade extrativa nos respetivos concelhos, de modo a compatibilizar a continuidade da indústria na região.