Assimagra

Portuguese Mineral Resources

STONE4.0 AGE

TRANSFORMAÇÃO DIGITAL DO SETOR DA PEDRA

The Stone4.0 Age pretende ser um marco de viragem na forma como o mercado, e as próprias PME, vêm a Pedra Natural e as suas potencialidades. Se, por um lado, Portugal tem rochas exclusivas do território nacional, tradição produtiva e know-how acumulado ao longo dos anos, por outro lado as empresas do setor são de dimensão reduzida, têm fraca capacidade para incorporar as ferramentas tecnológicas nos modelos de negócio, para além da reduzida perceção de novas áreas de competência para a transformação empresarial, digitalização da indústria e economia circular, factores imprescindíveis à sustentabilidade e crescimento do setor.

Projeto N.º: 46454 | POCI-02-0853-FEDER-046454

Apoio no Âmbito do Sistema de Incentivos | Sistema de Apoio a Ações Coletivas – Qualificação

Programa Operacional | Programa Operacional Competitividade e Internacionalização

Região de intervenção | NUTS II (Norte – 30%; Centro – 45%; Alentejo – 25%)

Entidade beneficiária | ASSIMAGRA

Data da aprovação | 2020-06-02

Data de início | 2020-04-01

Data de conclusão | 2022-04-01

Custo total elegível | 491 773,68 €

Apoio financeiro da União Europeia | 418 007,63 €

OBJETIVO PRINCIPAL

Apoiar as PME do setor na incorporação de práticas 4.0

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

  • Avaliar o nível de incorporação de tecnologia e digitalização nas PME
  • Desenvolver, implementar e validar ferramentas que promovam a transformação digital das PME
  • Perspetivar o futuro do setor, implementado propostas inovadoras de valor acrescentado a produtos e serviços
  • Promover a adoção de práticas de crescimento sustentável
  • Disseminar as ferramentas, boas práticas e estratégias de diferenciação

IMPORTÂNCIA PARA AS EMPRESAS

Contornar a complexidade e morosidade da incorporação das práticas e conceitos de indústria 4.0 e a consequente transformação digital nas PME dos setores “tradicionais”

Retorno para o negócio da desmaterialização de processos

Desenvolvimento de novas áreas de competências como a economia circular, eficiência energética e a digitalização da indústria

Facilitar o acesso a informação relevante neste contexto (guias, ferramentas, workshops temáticos)

Contribuir para a melhoria da imagem dos produtos e do setor, introduzindo inovação no produto e no processo produtivo

Para a realização do projeto foram definidas as seguintes atividades:

Esta atividade pretende aglutinar a informação resultante de trabalho de research e da realização de focus group com os players do setor, sobre o estado da arte das PME face à implementação do conceito da indústria 4.0, reflectindo e debatendo sobre os constrangimentos as preocupações, as dificuldades, sentidos pelas empresas, mas também explorando as potencialidades do produto e do setor, definindo as estratégias diferenciadoras para o sucesso desta transformação digital de forma sustentada;

O output obtido nesta atividade será um Estudo diagnóstico sobre o Estado da Arte em matéria de Digitalização para o Setor da Pedra, refletindo as perspetivas e estratégias de desenvolvimento e o olhar dos empresários sobre esta realidade que é considerada quarta revolução industrial e compreendendo as dificuldades e resistências sentidas no terreno.

Roteiro para a Implementação Soluções para a Transformação Digital no Setor da Pedra Estudos recentes apontam para a necessidade de criar ferramentas customizadas a áreas específicas da economia, com uma linguagem mais acessível aos industriais, com casos de estudo que ilustram a realidade destas empresas.

Nesta atividade, pretende-se elaborar um roteiro, constituído por diferentes guias temáticos e metodologias com soluções práticas para as PME alavancarem o seu processo de transformação digital, evidenciando que o caminho traçado é individual e sustentado naquilo que são as potencialidades de cada PME, o seu grau de maturidade tecnológica e digital bem como a sua estrutura humana.

Serão apresentadas e testadas ferramentas de digitalização de processos direcionadas para a gestão industrial e da produção e será proposta uma metodologia para a capacitação digital das pessoas e das PME tendo por base o conceito das fábricas inteligentes, onde o processo de qualificação e aprendizagem acontece no terreno.

Esta atividade complementa as duas anteriores no sentido em que visa reforçar, por um lado, a importância da transformação digital que se pretende incorporar nas PME do setor, como integrar nesta mudança o fator Inovação no produto, tornando-o diferenciado e com valor acrescentado. Pretende-se perspetivar o que serão os produtos da Pedra num futuro a médio e longo prazo estudando as suas características, identificando novas potencialidades e propondo novas abordagens ao mercado, reforçando a marca STONE PT.

A sustentabilidade (do negócio e da sua envolvente) está inerente a todas as tomadas de decisão e é, por isso, uma preocupação presente no dia-a-dia das PME. Neste recente contexto de indústria 4.0, está criado o cenário ideal para a promoção de práticas, para além da transformação digital, que visem o crescimento sustentável dos negócios.

A cooperação entre os players do setor promove a valorização dos seus negócios e é conseguida em muitas frentes:

– desde a transferência de tecnologia – ao desenvolvimento de novas competências como a economia circular, a eficiência energética e a digitalização da indústria. Nesta atividade insere-se na tipologia “Promoção de práticas de cooperação e coopetição entre PME do AAC” e pretende fomentar o espirito de colaboração intra e inter setorial junto dos participantes neste projeto, identificando e partilhando casos de sucesso de simbioses industriais, incorporando práticas de segurança como requisito de acesso a produto certificado e práticas de eficiência e energética.

Esta atividade contribui para a disseminação ao setor através de meios diversos, maximizando o número de empresas que beneficiam dos resultados do projeto.