Assimagra

Portuguese Mineral Resources

STONEBYPORTUGAL SUMMIT NA REVISTA PONTOS DE VISTA

Foi no passado dia 18 de março que, dirigido pela ASSIMAGRA, se realizou o I Encontro Nacional do Setor da Pedra Natural – StonebyPORTUGAL SUMMIT, no emblemático World Of Wine. Um evento que contou com a presença de diferentes participações: desde entidades, associações e empresas, muitos foram os oradores que no decorrer de várias palestras alertaram para os grandes desafios que o setor atravessa, bem como enalteceram a importância do mesmo. Saiba tudo.

O setor da Pedra Natural, tem vindo ao longos dos anos, a presenciar uma forte transformação, mantendo um crescimento contínuo e assinalável à escala internacional. No entanto, mantem-se ainda hoje, uma carência de que esta fileira evolua de forma sustentada em alguns aspetos da sua cadeia de valor: a capacidade de inovação, a transformação digital, a promoção da marca e a capacidade de cooperação. Por estes motivos – e tantos outros – a ASSIMAGRA dedicou-se à realização de um evento totalmente concedido para elevar este brilhante mundo que é o da Pedra Natural. No seu discurso de apresentação, Célia Marques, Vice-Presidente Executiva da marca, revelou que os maiores problemas deste setor se prendem com “os custos de contexto atuais com que as empresas se deparam, e a falta de mão de obra. Sabemos que é um problema transversal à indústria portuguesa, mas no nosso caso, agravada pela fraca atratividade, fraca aceitação social, e adicionando também a dificuldade de retenção de competências e de qualificação dos ativos das empresas”. Na realidade, e em pleno século XXI, a nenhuma empresa passa despercebida a revolução tecnológica, e a necessidade da mesma no sucesso de cada marca. Cada vez mais as tecnologias digitais são utilizadas para solucionar problemas tradicionais, como as quedas no desempenho, produtividade, agilidade e eficácia. Na área da Pedra Natural, não é diferente. “É muito importante falar acerca das transformações tecnológicas, de forma a realçar neste setor uma nova geração de conhecimento, inovação, novas oportunidades para a Pedra Natural como material de excelência e de valorização. É tempo de olhar para os desafios da sustentabilidade e contrariar que a economia e o ambiente são faces opostas da mesma moeda. É importante realçar que nos novos desafios do futuro, este é um setor que tem feito um percurso extraordinário do ponto de vista da inovação das suas aplicações. Superámos 2019, que tinha sido o nosso melhor ano e depois de um período de pandemia, é sempre de valorizar o enorme esforço feito pelos nossos empresários e por todos os trabalhadores desta fileira”, sublinha Célia Marques.


Quem também não prescindiu de marcar presença no evento foi João Neves, Secretário de Estado Adjunto e da Economia. Ao ser questionado acerca da importância do setor, não hesitou, “este é um dos setores mais competitivos à escala europeia e mundial, temos empresas, profissionais, técnicos e conhecimento que é reconhecido à escala global, e é nesse sentido que quero precisamente dar uma palavra de reconhecimento daquele que é o trabalho feito e da evolução que é feita com esforço e com a colaboração de todos”. Certo é que a área da Pedra Natural e tudo o que este trabalho engloba, muito tem evoluído com o passar das décadas, quer em termos de inovação, quer em valorização e posicionamento no mercado. “É muito bom ter neste setor, a evolução vista nesta última dezena de anos que permitiu construir soluções quer no ponto de vista empresarial quer na presença nos mercados mais competitivos. O excelente resultado no ano de 2021 foi possível. Apesar de ter sido realizado num ambiente muito complexo, anima a continuar este caminho para que o futuro ainda possa ser mais interessante e mais capaz de fortalecer a nossa capacidade empresarial e a base da construção de soluções que acrescentem cada vez mais valor aos produtos e aos serviços que são colocados em disposição no mercado”, finaliza João Neves.

In: Revista Pontos de Vista