A Calçada Portuguesa constitui um pavimento natural em pedra, característico de Lisboa e de Portugal, inspirado em técnicas romanas e árabes. A técnica de aplicação, conjugada com a criatividade, transformou um mero pavimento em património artístico que valoriza o espaço público e é marca forte de identidade histórica, cultural e artística de Lisboa e de Portugal.

Consciente da importância da Calçada Portuguesa, a Câmara Municipal de Lisboa criou, em 1986, a Escola de Calceteiros que forma profissionais que utilizam a técnica adequada para a aplicação deste tipo de pavimento, servindo simultaneamente como guardião de elementos históricos e património associado à Calçada Portuguesa.

Em 2006, a Câmara Municipal de Lisboa homenageou a calçada e os seus artífices através da colocação de uma estátua ao calceteiro (na Rua da Vitória), entretanto retirada. Agora em 2017, fruto de uma parceria com a ASSIMAGRA, a CML vai restituir à cidade essa mesma estátua enquadrada num trabalho realizado em calçada digno de visitar nos restauradores.

Este monumento pode ser visto em execução neste momento e será inaugurado nos próximos dias.